10 mil crianças nasceram na clínica da Dra. Laura Seixas

Entre 1965 e 1988, mais de 10 mil bebés nasceram na Casa de Natividade São Gonçalo de Lagos, no Barreiro. Saiba mais, neste Blog, sobre a cidade e a médica que ajudou a nascer todas estas crianças.

domingo, 3 de fevereiro de 2008

“AOS MEUS AMIGOS”


Tirei o Curso de Medicina em Coimbra, cidade de grandes tradições académicas que se manifestam sobretudo na Queima das Fitas, onde para além de se trocarem abraços se trocavam versos.
Depois o tempo passou sem se dar por isso e quando a nossa autoconfiança e a nossa relação com o doente se tornou mais fácil o meu espírito fazia fugas para outros campos de interesse.
Comigo foi assim. De vez em quando fazia um poema. Para perceber a minha própria letra dactilografava-o e colocava-o depois numa pequena pasta como se tratasse de uma colecção, focando sobretudo situações da vida corrente.
Há pouco tempo quando da mudança de instalações da Escola Mendonça Furtado, antigo Colégio Barreirense, fundado pelo meu pai, dei ao professor Amílcar Romano um pequeno poema que compus com toda a ternura, pela personalidade ímpar de José Joaquim Rita Seixas. Teve a gentileza de o ler no fim da cerimónia e pela maneira como foi lido até pensei que o poema não podia ter sido escrito por mim.
Procurei os outros versos, na tal pastinha, e lendo-os tive de reconhecer que não estavam maus. Analisavam as pessoas, as suas condutas, os sentimentos.
Acontece que entre os livros do meu pai encontrei uma encadernação de um manuscrito dos meados do século XIX que me fascinou pela sua beleza. Pensei que podia associar a modernidade e fazer um livro que me satisfizesse. O editor conseguiu interpretar o meu pensamento e surgiu o pequeno livro – CANTARES PARA OS MEUS AMIGOS - que me satisfez pela sua beleza e raridade. Nesse mesmo momento adquiriu vida própria e eu sinto que tenho o dever de o divulgar, daí o dever de publicar sem qualquer fim lucrativo. Transferindo os seus benefícios para os soldados da paz do Barreiro, os bombeiros que mereceram desde sempre o meu respeito pela sua abnegação, espírito de unidade e camaradagem.
Evoco o senhor João da Glória que conheci muito bem e tantos outros que estavam sempre dispostos a dar apoio à minha “Casa de Saúde de São Gonçalo de Lagos”, onde nasceram tantos bebés.

Barreiro, 3 de Outubro de 2000
Maria Laura Cabrita Seixas